A ANDIF (Associação Nacional de Dirigentes de Futebol), deveu a sua constituição a um grupo de dirigentes desportivos, liderado desde a primeira hora por Lopes da Silva, que conhecendo os males que afetavam o futebol, pensou que, com a fundação de uma instituição científica e de classe de direito privado, enriquecida pela experiência, entrega e saber de dirigentes em exercício e ex-dirigentes, poderiam contribuir para melhor equilíbrio de forças no complexo mundo do futebol a todos os níveis, principalmente no campo da formação.

Assim nasceu a ANDIF, a 17 de Dezembro de 1994, com estatutos aprovados, dos quais se lavrou escritura no Cartório Notarial de Santa Marta de Penaguião e, posteriormente publicado no Diário da República, III série em 26 de Janeiro de 1995. A 9 de Setembro de 1995, nove meses depois da publicação no Estatuto do Diário da República, em assembleia geral da F.P.F. (Fundação Portuguesa de Futebol), foi admitida como Sócio Ordinário daquela instituição.

Urge então nomear uma comissão diretiva, sendo formada pelos seguintes associados:
Luis Carlos Lopes da Silva
Dr. Poncio Monteiro
Dr. Adriano da Silva Pinto
Amândio de Carvalho
Luis José Vieira Duque
Rui João Chumbita Nunes
Joaquim Albano Miranda da Costa
Joaquim Sequeira Teles

Havia a necessidade de eleger uma direção, até porque o regime transitório estava esgotado para com legitimidade estatutária, dar força legal ao funcionamento e desenvolvimento da Associação.
A primeira direção foi eleita a 1 de Dezembro de 1995, cujo ato decorreu no Edifício Topázio em Coimbra, ficando a sede provisória da Associação sediada nesta cidade.

No aspeto da formação, foram executadas ioladamente alguma ações pontuais de formação pedagógica para Dirigentes, sem efeitos curriculares, nomeadamente nos Concelhos de Peso da Régua, Vila Real, Mondim de Basto, Sandim, Porto e Chaves.

Em Junho de 2004, o Presidente, Sr Joaquim Sequeira Teles, é designado para tomar posse como vogal do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol, pelo motivo da suspensão e demissão do mandato de alguns Conselheiros (Caso Apito Dourado), sendo substituído na presidência da direção da ANDIF pelo Sr. Adriano das Neves Tavares.

A sede da Associação fica instalada na cidade do Peso da Régua, e é utilizada uma sala por deferência da Câmara Municipal do Peso da Régua, para funcionamento dos seus serviços administrativos.

Esta associação, como atrás foi dito, constitui-se de modo a solver uma carência a nível formativo dos seus Dirigentes, e com um plano de atividades, ambicioso e realista, apresentou à Federação Portuguesa de Futebol os objetivos essenciais para levar por diante a sua proposta de intenção.
Surge então a vontade expressa de algumas Associações de Futebol para em parceria se realizarem ações formativas, tendo-se obtido a prestimosa e indispensável colaboração do Departamento de Formação da F.P.F., que desde a primeira hora, afincadamente tem apoiado e incrementado uma dinâmica de progressão pedagógica dos Dirigentes Desportivos.